Arquivo

Archive for fevereiro \09\UTC 2012

O divórcio entre o amor e o sexo

Existe a real separação do amor com o sexo?No mundo animal o sexo está ligado ao cheiro. As fêmeas emitem odores para atrair uma variedade de machos para que depois escolham entre eles o seu parceiro, ou os machos entram em confronto para que copule aquele que for mais apto. Nós, ao contrário, disfarçamos nossos odores com perfumes das mais variadas fragrâncias para que possamos atrair nosso parceiro. Como seres mais complexos, usamos mais que somente cheiros para atraí-los. Também fazemos uso da imagem, da inteligência e da fala para formarmos laços que se dão na maioria das vezes por trocas de identificações.

Há quem diga que opostos se atraem, eu tenho minhas duvidas e esclarecerei mais a frente. O que quero tratar agora é da nossa forma de atrair parceiros e paralelamente o sexo.

Nos anos 60 houve todo um movimento de ‘faça amor, não faça guerra’. Hoje já não lutamos pelo fim das guerras, mas estamos numa constante guerra travestida em disputa inclusive disputa sexual. Disputamos tudo, desde lugar na fila até o inexistente ‘ser o melhor’. Isso também se dá nas relações sexuais, aqueles que querem ter o maior pinto e entre as que querem ser a mais gostosa, o que é absolutamente baseado nas indústrias pornográficas. Aposto que para se conseguir o mérito do maior pênis muitos homens vão recusar medi-los todos nus um do lado do outro. Leia mais…

Anúncios