Arquivo

Posts Tagged ‘individualização’

Prazer, amante. Conheça-me!

O amantePrazer! Eu sou o pavor dos homens, a verdade inexorável para as mulheres. Em algum momento da sua vida, caro(a) leitor(a), eu vou aparecer. Isso tudo, claro, caso eu não esteja a habitando agora, quem sabe? Mesmo que eu não exista. Coexistirei na dúvida eterna. Vou consumir seu sono. Serei a mola mestre do seu estresse. Apesar de tudo, não se espante com a minha face horripilante. Salvo vidas, há quem diga.

Nunca me relacionei por muito tempo. Dois dedos de rotina e eu largo a xícara. Nasci para ser o outro. Sabe por quê? Odeio DR’s. Odeio planejar o Natal. Deus me livre em ter que almoçar na casa dos outros. Não tenho apetite para o prato principal da falsidade. Troco risos frouxos pelas suas lágrimas. Leia mais…

Onde está a alma gêmea?

Por Pedro Rodrigues Almeida

A relação entre duas pessoas vem de uma profunda identificação. No fundo da alma existe a imagem de uma pessoa ideal. Muitos passam toda a vida buscando encontrar a pessoal ideal. Na Psicologia Analítica esta identificação se dá entre o ego, a pessoa central e interna da personalidade, com a outra pessoa. Este ego representaria o eixo central da personalidade, diferente da pessoa social, que somos no cotidiano e que exige que representemos vários papéis ao longo da vida, seja de filho, pai, médico ou advogado. É natural que representemos papéis ao longo da vida, porém, é necessário que, para maior bem-estar, centralizemos nossa personalidade neste Ego, fazendo com que ele funcione como o sol para o sistema solar. É um processo árduo que se dá ao largo da vida e foi nomeado pelo psiquiatra Jung como o Processo de Individuação. A partir dessa idéia, poderemos analisar melhor um fato comum em nossos tempos. Leia mais…