Arquivo

Posts Tagged ‘Solidão’

Prazer, amante. Conheça-me!

O amantePrazer! Eu sou o pavor dos homens, a verdade inexorável para as mulheres. Em algum momento da sua vida, caro(a) leitor(a), eu vou aparecer. Isso tudo, claro, caso eu não esteja a habitando agora, quem sabe? Mesmo que eu não exista. Coexistirei na dúvida eterna. Vou consumir seu sono. Serei a mola mestre do seu estresse. Apesar de tudo, não se espante com a minha face horripilante. Salvo vidas, há quem diga.

Nunca me relacionei por muito tempo. Dois dedos de rotina e eu largo a xícara. Nasci para ser o outro. Sabe por quê? Odeio DR’s. Odeio planejar o Natal. Deus me livre em ter que almoçar na casa dos outros. Não tenho apetite para o prato principal da falsidade. Troco risos frouxos pelas suas lágrimas. Leia mais…

Anúncios

O miojo, o sexo e a velocidade

Três minutos e está pronto. De fato o miojo mudou a dieta nutricional de uma geração com sede de velocidade. Velocidade para suprir a fome, que não pode esperar. Tudo precisa ser aqui e agora, amanhã demora muito para chegar. Vivemos como se estivéssemos à beira da morte: curta tudo porque amanhã você pode não estar mais aqui.

O sucesso da rapidez e saciedade do miojo talvez tenha levado a geração apressada a adotar este conceito também para o campo das relações. A fome sentimental apresenta-se tão implacável quanto à fome que incomoda o estômago. Para suprir esse anseio da alma, mais uma vez a velocidade foi utilizada como solução. Leia mais…

A carência que nos afasta

Desejo e medo. Duas palavras que cercam os atuais relacionamentos. Ao mesmo tempo em que desejamos – e somos carentes – lidamos com o medo constante do tropeço dos relacionamentos.

Pessoas carentes – e sim, você já foi uma delas – colocam o medo em uma escala superior ao do desejo. Cada passo parece ser decisivo, sem chance de erro. Ao entrar em um relacionamento sugam tudo de uma só vez. Leia mais…